Viajar para a Itália de trem: como validar e usar o bilhete


Você já acompanhou as dicas iniciais do viajante Diego Becker de como comprar o seubilhete de trem para viajar na Itália. Agora, ele conta mais da sua experiência e divide mais alguns pontos fundamentais para você não errar na hora de validar e usar o seu bilhete. Embarque com a gente e boa viagem!

Validando o bilhete

Dica muito importante pra você que vai viajar de trem pela Itália: valide seu bilhete antes de entrar no trem. No dia e horário da sua viagem você deverá validar os tickets para não ser multado. Todas as estações e, até mesmo as plataformas, possuem uma máquina onde você colocará o bilhete e ele será timbrado com o nome do local, data e horário.


Isso é feito para controlar os espertinhos, que muitas vezes, entram nos trens e querem viajar gratuitamente. Logo depois que o trem parte, um fiscal passará pelos vagões e irá pedir os bilhetes. Ele confere em um tablet, agradece e segue a viagem.

Se você comprou pela internet não há necessidade de validar, já que não tem como colocar uma folha A4 no validador, e ele vem com um código PIN que o profissional irá verificar a veracidade do ticket.

Usando o bilhete

Depois de validar o bilhete é hora de embarcar. Mas como eu sei qual é o meu trem, o vagão? Numa primeira viagem parece complicado, mas depois a gente acostuma bem fácil.

O bilhete possui várias informações importantes para sua viagem, como o número do trem, carrozza (vagão) e assento.

20 minutos antes de sair aparecerá no painel dentro da estação o número do trem, o tipo (Frecciarossa, Regionale, InterCity), o binário e o destino. Vamos supor que o seu trem seja o 0101, que vai de Roma para Milão, esta informação aparecerá nas telas que estão espalhadas, e cheia de gente próxima, na estação.

Logo depois preste muita atenção ao binário, pois é ali que estará o seu trem. Se estiver escrito “Trem 0101, Regionale, Roma Termini a Milano Centrale, binário 12”. Basta ir até a plataforma 12.



Verifique em seu bilhete o número da carrozza, ou seja, do vagão, pois é ali que você ficará durante a viagem. Toda plataforma está sinalizada e os trens também estão demarcados. Ao entrar, suas malas ficam com você, basta deixar nos compartimentos superiores, embaixo dos bancos ou na entrada dos vagões em um espaço reservado às bagagens. Depois, encontre seu assento e se acomode.

Dica: Nem sempre o lugar que você vai viajar será o destino final do seu trem. Por exemplo, você vai de Florença a Roma e o seu trem é o Regionale 0202, entretanto no painel da estação aparecerá Regionale 0202 destinazione Salermo, binário 10. Isso acontece porque o seu trem passará por algumas estações e uma delas será a de Roma. Um aplicativo que ajuda muito nessa hora é o OrarioTreni. Nele você consegue conferir, pelo número do trem, todas as estações que ele irá parar e com isso saberá exatamente qual é a sua. Um sistema interno de som também avisa aos passageiros qual estação chegou e qual será a próxima. É sempre bom se preparar, pois geralmente, os trens ficam parados de três a quatro minutos naquele local e logo partem. Nesse tempo você deverá pegar todos os seus pertences e as bagagens.


Fácil, simples e confortável. Viajar de trem tira toda aquela burocracia dos aeroportos. Afinal, não precisa despachar mala, nem passar por aparelhos de raio-x, no máximo irão pedir seu bilhete para entrar na área do embarque.
Boa viagem.