Direto da África: uma cidade bonita, barata e repleta de coisas pra fazer

O Passaporte Oficina viveu dias incríveis em Cape Town, ou Cidade do Cabo, como é chamada no Brasil

CONTEÚDO MULTIMÍDIA – RICARDO RUAS


De todas as imagens imaginadas sobre a África, jamais pude prever o encontro das montanhas e o mar numa paleta de tons verdes e azuis das mais incríveis que já presenciei. Menos ainda seria saber que uma cidade como Cape Town (ou Cidade do Cabo, em Português) estivesse situada em território africano.

A ida foi num voo barulhento, repleto de brasileiros – alguns encarando pela primeira vez uma viagem ao Exterior – que compraram as passagens em uma super promoção a menos de mil reais. Foi também o meu caso. Tinha mãe com medo que a filha pequena fosse atacada por elefantes, algazarra tal qual jogo de futebol, até que as horas se passaram, o sono veio e a muvuca cedeu espaço ao cansaço. Logo estaríamos em Luanda, primeira parada da trip.


O pequeno aeroporto, com cara de rodoviária de interior, não tirou o brilho de estar mais uma vez vivenciando a incrível experiência de conhecer novos lugares. Duas horas depois, faríamos nova troca de voo e em seguida estaríamos em Johanesburgo. Este seria o destino final, não fosse o desejo incontrolável de ir até Cape Town, graças às várias informações na internet. Mais um voo, e desembarcamos na mais incrível das cidades que conheci até hoje.

Acompanhe o Passaporte Oficina. A nossa série especial sobre a África está recheada de dicas incríveis. No nosso próximo post, vamos mostrar a aventura do viajante Ricardo Ruas por Table Mountain e Lion’s Head. Vem com a gente!