De trem entre Portugal e o Vietnã na maior viagem ferroviária do mundo


Meio de transporte comum em países da Europa e Ásia, o trem é o grande protagonista desta viagem que liga o Atlântico ao Pacífico. A trip inicia no extremo Sudoeste português, na estação de Lagos. De lá, o trem segue para Tunes, depois Lisboa, local onde se troca de veículo para ir rumo a Hendaya, na França.

O percurso seguinte vai até Paris, onde ocorre nova ligação para Colônia, na Alemanha, e depois Varsóvia. Da capital da Polônia para Moscou, a via mais rápida é por Minsk, na Bielorrússia.
Em Moscou apanha-se o tradicional Transiberiano que levará o viajante durante seis dias até Pequim, onde, após mudar de estação, embarca-se no trem para Hanói, no Vietnã, percurso concluído em 55 horas.

Faltam ainda algumas horas para o final da viagem. Mais precisamente 33 sobre os trilhos para concluir o percurso entre o Oceano Atlântico e o Oceano Pacífico. A última perna é entre Hanói e a cidade de Ho Chi Minh.