Carregar a casa ou dormir em casa de família?

No último post desta série, o Passaporte Oficina falará sobre dois meios de hospedagem que se parecem, já que os anfitriões são os moradores que abrem as portas de suas casas. E tem ainda uma hospedaria que a graça é entrar nela e sair rodando por aí. Confira.






Lodge

Do inglês alojamento, os lodges são pousadas em que as famílias recebem os visitantes no mesmo espaço e mantém suas rotinas. Acabam todos convivendo em parceria. No meio turístico, também se utiliza este termo para destacar um complexo que, por sua localização, procura otimizar o sentido de estar na natureza com os serviços próprios da hotelaria e cuidado com o meio ambiente.

Além do estilo das construções (arquitetura e materiais utilizados para a criação do espaço), os lodges também oferecem atividades de lazer e gastronomia que refletem este estilo de vida bem ao natural.




Cama e Café

Esta é uma forma de hospedagem muito comum na Europa. Você paga para ter somente a cama para dormir, um banheiro para um banho e o café da manhã assim que acorda. E passa o restante do dia na rua, batendo perna, visitando e conhecendo novos lugares.

Mas estas hospedarias também são em casas de família, em que os anfitriões terão o prazer de ajudar você a localizar as melhores dicas de passeio, as várias orientações e dicas sobre como circular melhor.






Motorhome

Levar a casa junto nas viagens é o que mais gostam aqueles que pegam a estrada num motorhome. A comodidade de ter todos os utensílios, eletrodomésticos e um espaço sempre com a sua cara é o que mais atrai os viajantes amantes deste tipo de hospedagem. Muitos ainda destacam o fato de ter um banheiro próprio, com vaso sanitário e chuveiro exclusivos.

Vale ressaltar que não é necessário fazer um investimento de compra, já que existem motorhomes para alugar. Nos Estados Unidos, por exemplo, a prática é muito comum e tem vários locais para estacionar o veículo e curtir o turismo nos arredores. Ah, lembre-se ainda que não é igual dirigir um carro pequeno, precisa ter mais noção de espaço para evitar contratempos. Sobre a carteira de motorista necessária para conduzir um motorhome, vai depender da base onde foi montada. Dependendo do chassi, poderá ser a habilitação “B”, para carros.

No Brasil, motoristas com a categoria B podem dirigir motorhome com menos de 6 mil quilos ou cuja lotação não exceda a 8 lugares, excluído o do motorista. Além disso, para dirigir um trailer que antes era obrigatório possuir a Categoria E, agora deve ser enquadrado em uma das categorias de habilitação, de acordo com o peso do reboque.

O Passaporte Oficina já experimentou

Motor Home – “Já me hospedei em um motor home no Sítio do Tschumi, em Rio do Sul (SC). Tinha uma boa estrutura, com pilastra de energia, luz direta na área dos carros e uma grande área comum em um galpão. Foi uma boa experiência”, comenta a jornalista Martha Kienast.  

Lodge – Este é um tipo de hospedagem comum na divisa entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. São casas de família que viraram hospedaria. Algumas, de elevado padrão de qualidade. “Visitei a região no feriado da Proclamação da República e fiquei no Costão da Fortaleza, um lodge muito bem estruturado que recebe até 10 visitantes por vez. O lugar é incrível”, reforça o jornalista Ricardo Ruas.