Novo modelo de negócio deve baratear passagens da Latam na América do Sul


A intenção do grupo é aumentar o volume de passageiros reduzindo as tarifas em até 20%. Para isso, caberá aos passageiros definir os serviços que desejam, como viajar somente com bagagem de mão para evitar custos adicionais e optar pelo lanche oferecido durante o voo. Esse é um modelo muito comum em companhias aéreas européias.

Maior companhia aérea da América Latina, a Latam implementará esta novidade já a partir do primeiro semestre de 2017 de modo progressivo para voos na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru.

O passageiro poderá comprar pela refeição oferecida nos voos ao adquirir o bilhete e também ficará disponível para compra dentro da aeronave. Outros serviços como escolha de assentos, remarcação e cancelamento de bilhete também passarão a ser opcionais.
Além disso, a companhia também informou que haverá sistema de entretenimento de bordo sem fio gratuito já disponível em todos os voos.


Como a frequência de voo para os países da América do Sul ainda são muito baixos em relação a grandes destinos como Estados Unidos e Inglaterra, a empresa acredita no forte potencial de crescimento. Nós, viajantes, agradecemos!