As várias maravilhas e encantos de Dubai


Por Caroline Beber, jornalista.

A vida e o dia a dia em Dubai superaram qualquer expectativa que eu poderia ter. É muito interessante pensar que você está em uma cultura totalmente diferente, com pessoas vestidas de burcas e abayas (vestimenta árabe) e ao mesmo tempo você conviver diariamente com pessoas do mundo inteiro. Dubai é uma das cidades mais seguras do mundo. E essa segurança aliada à boa hospitalidade fez com que eu me apaixonasse por essa terra.



                                         (Sheikh Zayed Road, avenida principal de Dubai)

A junção dos sete pequenos emirados (Abu Dhabi, Ajman, Dubai, Fujairah, Ra’s al- Khaimah, Sharjah, Umm al-Quawain) forma a nação conhecida por Emirados Árabes Unidos, uma federação que foi constituída em 1971 sob o comando do grande líder político Sheikh Zayed Al Nahyan, falecido em 2004.  Zayed é o famoso pai da nação, aquele que transformou uma aldeia de pescadores na grande e moderna Dubai. É muito comum ver quadros do Sheikh em vários pontos turísticos e muitas vezes foto dele estampada em prédios e halls de hotéis. 

                                         (Sheikh Zayed Al Nahyan)

Para turistar pela cidade é muito fácil! O transporte público de Dubai é muito organizado, seguro, climatizado e limpo. Você pode utilizar o metrô e o Tram que conseguirá visitar os mais importantes pontos turísticos. Vale ressaltar que há cabines exclusivas para mulheres e é proibido comer, beber ou até mesmo mascar chicletes dentro dos transportes. Caso você cometa alguma irregularidade, prepare-se para pagar multa. Outra facilidade de transporte é que há táxis em praticamente todos os pontos da cidade com um preço muito acessível.

(O bom do metrô de Dubai é que ele não é subterrâneo. Então, então além de se locomover, você pode ainda apreciar as belezas da cidade)

                                         (A estação futurística de Metrô)

As temperaturas em Dubai são sempre muito quentes, a melhor época para visitar é de outubro a abril, quando as temperaturas são mais agradáveis. No Verão, que vai de junho a setembro, o termômetro chega facilmente aos 45°C. Por ser um país islâmico, a recomendação de vestimentas é usar roupas mais comportadas, sem muito decote ou roupas muito curtas, principalmente em shoppings onde a concentração de famílias árabes é muito grande.
Mas é claro que você verá de tudo, como o contraste entre mulheres totalmente de preto e outras com roupas acima do joelho. É importante também levar um casaquinho leve, pois em lugares fechados eles capricham no ar condicionado, que por sinal é bem gelado! Se o destino for praia, pode-se usar biquínis e sungas sem problema algum, o que não pode é fazer topless.

                                         (Prainha no JBR – Jumeirah Beach Residence)

                                         (Kite Beach)

A questão de bebidas alcoólicas em Dubai é muito mais restrita do que no Brasil. Você não vai poder tomar cerveja em praias públicas e também não encontrará nada alcoólico em mercados. Mas deve encontrar em alguns estabelecimentos independentes ou em beach clubs, restaurantes, pubs e baladas vinculadas a alguma rede hoteleira.
Na vida noturna de Dubai há baladas incríveis! A idade mínima permitida é 21 anos e todas fecham às 3h da manhã, portanto, chegue cedo para aproveitar bem a noite.
Observação importante: a bebida alcoólica em Dubai é extremamente cara, então, não se assuste ao chegar em um restaurante ou balada e ter que pagar cerca de R$ 45 por um copo de cerveja.

                                         (Oktoberfest em Dubai no McGettigan’s Irish Pub)

(O nome dessa balada é “360º” e como o nome já sugere, tem uma vista maravilhosa. Uma das melhores baladas para turistas, pois reúne música boa e fica bem em frente ao cartão postal mais tradicional da cidade, o Burj Al Arab)
Dubai atrai cada vez mais olhares do mundo todo devido a suas imponentes e modernas construções. É incrível como tudo pode crescer tão rápido em meio a uma imensidão de areia. Arranha-céus, ilhas artificiais e hotéis formam parte dos principais pontos turísticos:

Burj Khalifa
A construção mais alta e imponente que já vi até hoje. Talvez por ser o atual prédio mais alto do mundo com 826 metros de altura. A principal atração do Burj é o “At The Top” no 124º andar ou o “At The Top Sky” no 148º andar, ambos são mirantes para ver das alturas o que representa a cidade. Há muita procura e diferença no preço entre as duas atrações, assim a melhor opção é comprar antecipadamente pelo site; http://www.burjkhalifa.ae/
   
                                                (At The Top no 124 andar)

                                (É difícil enquadrar o prédio todo em uma foto – Burj Khalifa)

Dubai Mall
Dubai Mall não é apenas um shopping. Ele é também o maior shopping do mundo! Sim, Dubai gosta do título de maior, melhor e mais luxuoso. Além das tradicionais e deslumbrantes lojas, você pode ainda escolher entre os mais de 150 restaurantes, patinar no gelo e visitar um dos maiores aquários do mundo. No final da tarde, às 18h, há também um lindo show das águas dançantes numa lagoa artificial que fica entre o shopping e o Burj Khalifa. É simplesmente maravilhoso!
                                         (Show das águas dançantes)
                                         (Pista de gelo)

Burj Al Arab
Esse hotel é mais um dos marcos luxuosos de Dubai. Ele é considerado o único sete estrelas do mundo. No formato de vela de barco foi construído em uma ilha artificial.  A arquitetura do Burj é luxuosíssima, com decorações de ouro em seu interior.  Para ter acesso, você tem que estar hospedado ou ter reserva em algum dos restaurantes. Se não tiver a oportunidade de entrar, vale pelo menos uma passada por fora para apreciar e registrar um clique.
                  (Burj Al Arab visto da Sunset Beach, acho que a foto explica por si o nome da praia)
                                         (No interior do Burj Al Arab)
(Uma das melhores maneiras de conhecer o Burj sem precisar se hospedar e deixar uma fortuna por lá, é com reserva no Skyview Bar)
  
Madinat Jumeirah
O complexo do Madinat Jumeirah tenta representar uma verdadeira cidade árabe com diversos restaurantes, lojas, boates e possui ainda gôndolas estilo Veneza para se locomover. Ele fica localizado bem ao lado do Burj Al Arab e a riqueza de detalhes na arquitetura impressiona. Para mim, um dos melhores, mais lindos e aconchegantes lugares para jantar em Dubai.
                                            (Madinat Jumeira)

Palm Jumeirah
A Palm Jumeirah é mais um dos projetos que você pensa: só em Dubai para fazerem isso! Ela é uma ilha artificial onde nos troncos e ramos estão principalmente edifícios e casas residenciais e, na ilha em volta da palmeira, há diversos hotéis, entre eles o famoso Atlantis.
 
                   (Palm Jumeirah vista do 52º andar do Hotel Marriott, localizado na Marina)
(O famoso hotel Palm Atlantis. Anexo ao hotel, há o parque aquático Aquaventure, onde você pode se divertir muito e ainda ter a experiência de nadar com golfinhos)

Dubai Marina
Dubai Marina é conhecida como a “Nova Dubai”. É praticamente uma nova cidade construída ao redor de um canal artificial, hoje considerada a maior marina artificial do mundo. Ao redor dela há mais de 200 prédios residenciais, inúmeros restaurantes, shopping, e há também o famoso prédio torcido.
                                       (Dubai Marina vista do 52º  andar do Hotel Marriott)

                                             (Cayan Tower, famoso edifício torcido na Marina)
                                         (Dubai Marina)

Dubai Miracle Garden
O Miracle Garden transformou a paisagem desértica de Dubai no maior jardim de flor natural do mundo. Nele você encontra mais de 45 milhões de flores em arranjos muito criativos e coloridos. Dubai além de impressionar a cada passo, é um lugar que te faz sonhar que sim, tudo é possível.


(Dubai Miracle Garden)

Para não ficar mais cansativo de ler (sorry), acima citei os principais pontos turísticos, mas além deles ainda há muito mais, tais como: safari no deserto, parques aquáticos, Museu de Dubai, mercado do ouro, passeio de balão, praias, entre tantos outros. Nessa cidade há todo dia e toda hora algo pra se fazer. Acho que por isso é difícil alguém enjoar ou até mesmo não gostar do lugar.
Quem ficar um pouco a mais na cidade, vale dar um pulo em Abu Dhabi, capital dos Emirados.
 Se algum leitor tiver viagem programada ou curiosidade e quiser saber um pouco mais, vou ficar muito feliz em ajudar!
 Dubai ganhou meu coração e guardo comigo as mais lindas lembranças!

(Sunset Beach)

Para quem quiser acompanhar um pouco mais das minhas viagens é só seguir meu instagram @carolinebeber.  Estarei postando em breve novos lugares incríveis...Espero que tenham gostado!