Porque nós também pagamos micos e somos felizes!



Quem não gosta de viajar, conhecer novos lugares, diversas culturas, provar pratos diferentes e conviver com outras pessoas? Se você se encaixa nessa situação, você também se enquadra na alegria de ser turista! 13 de junho é o dia daquele que sempre traz na bagagem muitas histórias pra contar. E você sabe, turista que é turista não pode ter vergonha de NA-DA. Por isso, hoje o Passaporte Oficina separou alguns fatos que só quem é turista de verdade (quem passa por momentos felizes ou de apuros) compreende, curte e ainda compartilha!


Não tem vergonha de fazer poses e tirar fotos que jamais tiraria na cidade em que vive. Uma coisa é certa: turista não tem vergonha de abraçar estátua, de fazer coraçãozinho perto de paisagem, de fazer selfie no meio da multidão e muito menos fazer de conta que está segurando algum monumento ou até encostando no Sol.



Se arrisca em outro idioma, fala errado, faz gestos, mímica e consegue se comunicar perfeitamente. Perfeitamente, talvez. Mas se conseguir comprar umas roupinhas, pedir comida e pegar o transporte certo, está valendo!


Anda com a câmera fotográfica pendurada no pescoço. Essa é clássica! E se estiver olhando pra cima e pros lados, super admirado, pronto: turista na certa!


Sempre quer comprar uma lembrancinha para os parentes. Quem nunca ganhou um chaveiro, bibelô ou imã de geladeira que atire a primeira pedra.


Senta na mala pra fechar. Tudo começa com as roupas sendo praticamente embaladas a vácuo. Uma camiseta pode se transformar em um par de meias bem enroladinho. Aí, você começa a apertar as peças com as mãos, braços e por fim... senta na mala e puxa o zíper. Depois se joga na cama e suspira aliviado: “pronto, acabou o sofrimento”. E, claro, depois reza para o peso da bagagem não ultrapassar a cota permitida.


Quer que toda a família veja o álbum inteiro de fotos e quer contar tudo, nos mínimos detalhes. Sim, acredite: ninguém quer ver todas as suas fotos de viagem. Primeiro, porque demora MUITO e, segundo, porque bate uma invejinha de leve. Acredite: as lembranças podem ficar para você. Apenas traga um presentinho, pode ser chaveiro ou imã mesmo! ;p