Onze dias com somente U$ 153 em Nova York


Era para ser uma viagem dos sonhos. Tá, até foi! Apesar de tudo o que tive de passar por um erro, um momento em que a concentração foi embora por causa da pressa. Com uma conexão apertada, entre a chegada aos Estados Unidos (Detroit) e o destino final em Nova Iorque, consegui a façanha de esquecer TODO o dinheiro economizado para a viagem de três semanas. O valor estava dentro de uma pastinha, que ficou na esteira de raio-X do aeroporto. Mas só descobri a gafe quando aterrissei na Big Apple e fui avisado pela companhia aérea. Começou aí a saga em busca dos valores perdidos. Foi aquele momento que percebi os 99% planejamento e aquele 1%...


O que combinei com a companhia foi a entrega do material pelos correios, no endereço da escola. Estava tranquilo, este já era meu terceiro intercâmbio. Como das outras vezes, eu tinha contado com a ajuda de uma agência de intercâmbio. Neste caso, a Hi Bonjour, que programou acomodação em casa de família com almoço e jantar incluídos no pacote. Foi importante, porque durante 11 dias, precisei focar na troca do voucher pelo dinheiro, para poder, enfim, aproveitar Nova York. Acontece que não foi fácil.

Recebi cheque, tentei trocar em banco, casa de câmbio e só consegui ficar realmente tranquilo quando o gerente bancário no Brasil confirmou que eu poderia fazer o depósito na minha conta. Ou seja, eu não perderia o dinheiro. Até então havia segurado, porque não queria entrar em dívida com o meu cartão de crédito.

Para ajustar a agenda, tomava um bom café da manhã e levava uma fruta para o lanche na escola. No almoço ia de cachorro-quente, hambúrguer ou salada, na faixa dos U$ 7 cada um. Barrinha de cereal ou sementes, como nozes e castanhas, completavam o lanche da tarde. Em casa fazia a janta normalmente.

Veja minha estratégia de gastos durante os 11 dias para não extrapolar o orçamento.

Dia 1 – translado do aeroporto até a homestay: U$ 50
Dia 2 – hambúrguer: U$ 8,69
Dia 3 – salada e iogurtes: U$ 14,27
Dia 4 – granola: U$ 9,58
Dia 5 – cachorro-quente e artigos de higiene pessoal: U$ 12,80
Dia 6 – wrap: U$ 12,60
Dia 7 – salada: U$ 7,14
Dia 8 – smoothie e cachorro-quente: U$ 6,52
Dia 9 – sanduíche e boné: U$ 9,48
Dia 10 – sementes, chocolate e sorvete: U$ 12,55
Dia 11 – salada: U$ 8,50



Obs.: O valor do cartão ilimitado do metrô (U$ 63, para duas semanas) não foram contabilizados porque foram pagos depois desta data aos donos da casa que emprestaram o dinheiro. 

E atenção!!! Este post é somente uma constatação, não uma recomendação. Ideal é ir preparado, com grana para curtir, ainda mais em NY. Foram momentos de tensão que eu não recomendo para ninguém! 
Quero Bolsa