Liberada a entrada daquele queijinho francês e outros produtos de origem animal no Brasil

Vai ter queijo sim! E se reclamar vai vir ainda doce de leite e salame! Sim, viajantes, agora o governo brasileiro liberou a entrada de produtos de origem animal no Brasil. Ou seja, pode trazer aquele queijo  francês, o doce de leite uruguaio e até aquele salmão norueguês.



A notícia partiu do Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca que entendeu ser necessário liberar os produtos de menor risco e ficar de olho naqueles com risco em potencial. Ah, mas não adianta sambar achando que vai trazer um carregamento inteiro ok? As regras da Receita Federal foram mantidas e elas limitam as quantidades.

Outra questão importantíssima: produtos de origem animal sem embalagem continuam proibidos de entrada no Brasil. Na listagem abaixo, conheça os produtos que foram permitidos – desde que na quantidade permitida e acondicionados na embalagem original de fabricação e com rótulo que permita a identificação de data e origem:

1) Produtos cárneos industrializados destinados ao consumo humano (esterilizados comercialmente, cozidos, extratos ou concentrados de carne etc);
2) Produtos lácteos industrializados (doce de leite, leite em pó, manteiga, creme de – leite, queijo com maturação longa, requeijão etc);
3) Produtos derivados do ovo (ovo em pó, ovo líquido pasteurizado, clara desidratada etc);
4) Pescados (salgado inteiro ou eviscerado dessecado, defumado eviscerado, esterilizado comercialmente);
5) Produtos de confeitaria que contenham ovos, lácteos ou carne na sua composição;
6) Produtos de origem animal para ornamentação.