Os canadenses e suas bikes


As cidades que visitei são planas, ideais para o uso da bicicleta. É tão comum aqui deixar o carro na garagem e sair por aí pedalando que na hora me lembrei do esforço de ONGs como a ABC Ciclovias, de Blumenau. Claro que há várias questões para adotar esse meio de locomoção no dia a dia, entre elas vias acessíveis a ciclistas. Mas, enfim, vamos ao que vi aqui.
A família em que estou hospedada é um bom exemplo. O carro vive na garagem. O pai, um economista, usa a bicicleta e o metrô. Raramente o carro. É uma opção desta família. Pelas ruas de cidades canadenses encontrei vários pontos de locação de bicicleta, aqueles em que você pega a bicicleta em um local, coloca moedas e a devolve em algum bicicletário que faz parte do sistema de locação de bicis. Em Ottawa, o incentivo de pedaladas me chamou tanto a atenção que bati essa foto.



A bike esquisita esta cheia de panfletos nos aros. Eles sugerem que o turista faça um tour ciclístico. Adorei, me lembrou a mesma proposta que tem (ou tinha) em Pomerode. Bacana, né? Não polui, diverte e queima as calorias dos exageros gastronômicos!