Comprinhas nada básicas


Ok, gente. Nem só de livros vivem os alunos. Para relaxar, além  de passeios culturais, que tal umas compras, tão interessantes para nós, brasileiros? Afinal, turismo também é fazer compras, certo? Por isso, após umas semaninhas em Toronto descobri minhas melhores amigas, as tais sales. Foi amor à primeira vista. Vou separar uns links e dizer o que é bom em alguns lugares. Começando por dicas de graça, ligadas a lazer.
Há datas em que dois espaços culturais têm visitação gratuita. Às quartas-feiras, das 18h às 20h30min, você não paga para conhecer a Galeria de Artes de Ontário. Adorei o lugar!



O ROM (Royal Ontario Museu) também tem entrada gratuita nas quartas. Essa não consegui me programar, mas ouvi de outros alunos.



Depois tem os passeios de bicicleta. Há bicicletários espalhados pela cidade e os primeiros 30 minutos são de graça. É possível chegar de um ponto a outro da cidade for free (outra palavra bem linda para economizar os dólares).

Agora vamos às compras. Sabe aquela loja de Nova Iorque, a Century 21?  A prima dela aqui no Canadá é a Winners. Tem roupa, calçado e acessórios de marcas maravilhosas com preços incríveis.



O supermercado Loblaws é imperdível. Além de ter o lance histórico - pois era uma arena esportiva do Mapple Leaf - o lugar é enorme, vende tudo o que você pensa em comprar e o que não pensa também, além de ter várias opções de lanches e almoço. Você pode comprar um prato e esquentar no micro-ondas lá mesmo.



Pensou em cosmético, pensou em Shoppers (dica da minha amiga Daniela, de BH). Tem uma seção com itens promocionais e perfumes (franceses) a 19 dólares. 



E, por fim, os Outlets. Vá com dinheiro e uma mala. Sabe aquela calça jeans que no Brasil passa tranqüilamente de 200 reais? Pois aqui ela está por menos de 30 dólares. Vai a dica de baixar o aplicativo do VaughanMills e navegar pelo espaço. Há ônibus gratuitos em um período do ano, que partem da Union Station. São dois horários, de manhã e à tarde. No site você se informa melhor.



E dica para locomoção. Os tickets de metrô dão direito a rodar dentro da cidade por até duas horas. Você tem que guardar o papel ou em caso de pagamento com token, recorrer a máquinas que fornecem outro tipo de ticket. Há regras para que esse benefício valha. O ideal é chegar em Toronto e já se informar!
No mais, converse com nativos ou estudantes que estão há algum tempo na cidade. Eles terão milhares de dicas! Toronto é surreal....

E só não se esqueça: nas compras no Canadá acrescente 13% do valor da etiqueta que são as taxes. Vale inclusive para mercados, ok?